Distribuição gratuita de kits leva sinal de TV digital para mais de 66 mil pessoas de baixa renda


Por: Joice Batista




Famílias de baixa renda já começaram a fazer uso dos kits para TV digital distribuídos gratuitamente a beneficiários de programas sociais e já não correm o risco de ficar sem assistir televisão, o que infelizmente é o único meio de informação e entretenimento de muitas pessoas, principalmente idosas.

Já não é novidade que o sinal analógico de TV será desligado em Macapá, Santana e Mazagão no dia 14 de agosto e que os televisores antigos precisam de um conversor para passar a receber a transmissão digital. O equipamento custa caro (em média R$ 140) e muitos amapaenses não teriam condições de arcar com esse custo, mas graças à iniciativa deuma entidade não governamental e sem fins lucrativos, a situação mudou.

Desde abril deste ano, a Seja Digital, responsável pela migração do sinal analógico para o digital na região metropolitana que compreende Macapá, Santana e Mazagão, vem divulgando que 90 mil pessoas cadastradas em 20 programas do governo federal têm direito a receber o kit com conversor digital e antena, sem pagar nada. 

“O processo é totalmente gratuito e bem simples. Nós estamos intensificando nossas ações para que as pessoas façam a instalação e não fiquem sem ver TV, porque a partir de 14 de agosto, só será permitido assistir TV aberta pelo sinal digital”, afirmou Sonale Queiroz, porta-voz da entidade no Amapá.

Entre os beneficiários que já receberam o kit está Adalgisa Pimentel dos Santos, de 28 anos. Ela mora em uma pequena casa no bairro Jardim Felicidade I com a esposa e sua filha, aos fundos do quintal de seu pai. Desempregada, ela não teria como comprar o equipamento e sua filha de 11 anos ficaria sem o seu principal meio de entretenimento. “Eu estou desempregada e acho que a gente ia ficar sem assistir televisão porque o conversor é caro”, disse.



Após saber que poderia receber o kit gratuitamente sendo beneficiária do programa Bolsa Família, Adalgisa não perdeu tempo e fez todo o procedimento necessário. Agora despreocupada, ela desfruta de uma imagem e som de alta qualidade.

“Agora está bem melhor. Antes não pegavam alguns canais e hoje está pegando todos, a imagem também está melhor. Minha filha gosta de ficar na frente da televisão vendo desenho e agora ela pode assistir tranquilamente. A gente nem precisa mais se preocupar”, acrescentou.

No mesmo bairro, a família de Pedro Picanço também recebeu os equipamentos gratuitamente e desfruta da transmissão digital dos canais de TV. “Pra gente que tem baixa renda, é importante ganhar esse kit. A televisão aqui é antiga e bastante utilizada, mas não sei se eu teria como comprar o conversor antes do desligamento. Outra coisa boa é que o som e a imagem melhoraram 100%”, contou o aposentado de 66 anos.

Apesar da divulgação massiva, mais de 25 mil beneficiários ainda não agendaram a retirada de seus kits e como forma de incentivar a ação, a Seja Digital lançou a Instalação Premiada, que sorteia prêmios de R$ 2 mil em cartões pré-pagos entre os contemplados.
“Ao final do processo de instalação é gerado um código que a pessoa deve informar a Seja Digital juntamente com o NIS e vai estar concorrendo aos nossos sorteios”, disse Sonale.

Quem ainda está em dúvida se pode receber o kit ou ainda não procurou o serviço, pode ligar para o canal de atendimento da Seja Digital pelo 147(ligação gratuita) ou entrar no site www.sejadigital.com.br. “Até dia 14 de agosto, é possível fazer o agendamento. Então, quem ainda não fez ou não retirou o kit, ainda tem tempo”, finalizou a porta-voz.

Tecnologia do Blogger.