Menina que vendia lanches para ser miss caipira desfila com vestido de estilista renomado



Por: Camila Ramos



Às 18h da sexta-feira,15 de junho, Paola Gabrielle Barbosa - a menina de 10 anos que emocionou a internet ao vender lanches na vizinhança pra realizar o sonho de ser miss caipira - estava ansiosa pois faltavam poucas horas para o seu tão esperado desfile e mais ainda para conhecer o seu vestido, que ainda não havia chegado.

Mas não demorou muito para que um dos mais aclamados estilistas do Amapá chegasse até o conjunto habitacional São José com uma das criações que mais o encheu de orgulho. Acostumado a entregar indumentárias para misses e misters em grandes competições locais e nacionais, Charles Pantoja carregava agora a roupa da pequena miss caipira.




Habituado ao ver o brilho no olhar de jovens que aspiram títulos de beleza, Charles ficou emocionado ao ver no Facebook a imagem de Paola em sua banquinha com um cartaz anunciando a venda de pipoca, hot-dog, chup-chup e pirulito de chocolate abaixo dos dizeres “me ajude a a ser miss caipira da Escola Coelho Neto comprando...”.

“Quando vi aquilo imediatamente procurei o contato da menina, liguei para a mãe dela e disse que iria fazer a roupa da garotinha”, contou Charles.

O incentivo para a venda dos lanches foi da mãe da miss, Pâmela Gadelha, que disse ensinar a filha a batalhar para alcançar seus objetivos. "Eu sempre falo para que se ela quer as coisas, tem que me ajudar para sentir o peso do que é batalhar para ter algo”.



Para a surpresa senhora Gadelha, Paola estava ali, colocando um lindo vestido estilizado caipira com temática da Copa do Mundo, penteada e maquiada por profissionais de um salão de beleza de alto padrão, tudo isso a custo zero para elas, em reconhecimento ao esforço de sua filha. Mas a emoção dos presentes não superou a emoção de ver sua garotinha brilhando a cada peça vestida.

Enquanto os olhos da mãe marejavam, Paola não conseguia parar de sorrir, deslumbrada, e foi ao descer do prédio para ir até o carro da equipe do Bem Tucuju, que a levaria ao evento, que a menina teve seu primeiro momento de miss, sendo aplaudida e admirada por toda a vizinhança, para a qual ela posou para fotos e cumprimentos.



Na escola, Paola desfilou, dançou e homenageou a nação do futebol. O resultado da venda de seus votos não superou o valor arrecadado pelas outras candidatas, mas seu charme e beleza conferiram a ela a faixa de Miss Simpatia da festa, e mais do que um título, a descoberta de que com trabalho e muito dedicação sua estrela sempre brilhará. 
Tecnologia do Blogger.